Competidor chamado Kovid apresentou máscara em reality show 1 ano antes da pandemia

Um episódio de “Project Runway” que foi ao ar em março de 2019 apresentou um competidor chamado Kovid, que criou uma composição de roupa contendo uma máscara, semelhante ao que estamos vendo agora devido à pandemia. Este é mais um caso de programação preditiva?

Project Runway é um reality norte americano produzido e distribuído pela Lantern Entertainment, estúdio criado após aquisição da extinta The Weinstein Company, empresa de Harvey Weinstein, acusado de assédio sexual ao longo de várias décadas.

No show sobre design de moda, os concorrentes competem para criar as melhores roupas. Os finalistas do desfile preparam coleções de moda completas para a New York Fashion Week e, ao final, os jurados escolhem um vencedor. Se essa descrição o fez bocejar de maneira prolongada e agressiva, entendo perfeitamente.

No entanto, um episódio da 17ª temporada desse programa que foi ao ar em 28 de março de 2019 é (no contexto de hoje) completamente alucinante.

Em determinado momento, um competidor chamado Kovid Kapoor orgulhosamente apresentou uma roupa que cotinha uma máscara. Aqui está o vídeo:

Neste vídeo, o juiz diz “Adoro o look do Kovid”. É quase como se estivesse falando sobre a máscara facial da pandemia COVID.

Então pede à modelo para colocar a máscara de volta. Quando um juiz pergunta “O que você acha desta máscara?”, outro juiz responde “Está doente”. Percebo que é uma expressão, mas a escolha das palavras continua estupefata. Esse mesmo juiz também disse “Você consegue respirar aí?”.

Postagem em março de 2019 do próprio em sua conta do Instagram:

Um ano depois, um vírus chamado COVID fez com que governos em todo o mundo obrigassem as pessoas a usarem máscaras. Além disso, em uma questão dissimulada, há discussões ao redor do mundo sugerido que o uso de máscaras permaneçam em vigor após a pandemia. Desde então, inúmeros designers de moda criaram roupas com máscaras combinando.

Coincidência?

Isso tudo é uma coincidência maluca e insana? Ou é mais um caso de programação preditiva? Este episódio do Project Runway é mais um exemplo da elite astutamente preparando o público para seus planos, talvez em um nível subconsciente?

No mínimo, parece haver alguma sincronicidade em jogo aqui.

Cunhada por Carl Jung, a sincronicidade é definida como:

“a ocorrência simultânea de eventos que parecem significativamente relacionados, mas não têm nenhuma conexão causal discernível”.

Jung descreveu esses eventos como “coincidências significativas”. Ele também acreditava que acontecem por um motivo. Talvez o universo esteja, de alguma forma, tentando nos dizer algo. Como, talvez, que existam forças obscuras em jogo em torno desta crise COVID.

Fonte: vigilantcitizen.com

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *