Centenas de prisões e muita tensão durante manifestações contra medidas restritivas na Áustria, Bélgica e Países Baixos

Centenas de detenções na Áustria, Bélgica e Países Baixos em manifestações contra as medidas restritivas relacionadas com a Covid-19. A tensão começa a subir depois de quase um ano de restrições, encerramentos, confinamentos e distanciamento social – a polícia interviu.

Apesar de todas as restrições, no domingo, aproximadamente 5 mil pessoas reuniram-se na praça central Maria Theresien de Viena, numa manifestação “não autorizada” em tempos de Covid-19.

A polícia de Bruxelas prendeu dezenas de pessoas na tentativa de impedir duas manifestações que estavam proibidas. Na Bélgica, as restrições fecharam bares e restaurantes desde outubro, juntamente com o recolher noturno obrigatório.

Na semana passada, os Países Baixos também assistiram a protestos contra o recolher obrigatório. No domingo, em Amsterdã, uma forte presença policial impediu uma manifestação pacífica.

Na Eslovênia, escolas de duas regiões estiveram fechadas durante 10 semanas, reabriram, mas voltaram a fechar passado uma semana – a situação atraiu manifestações no país. Os pais estão indignados contra o encerramento e alegam que as infeções graves acontecem principalmente em lares de idosos e não nas escolas.


Fonte: EuroNews

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *